Tags

, , , , , , , , , , , , , , ,

Olá pessoal! Como estão todos? Hoje vamos falar de um assunto que começou a muitos anos atrás com a ovelha Dolly e hoje essa técnica teve uma incrível aplicação. Vamos a notícia que nos inspirou a escrever no blog! Na África do Sul após um horrível acidente, uma menina teve oitenta por cento de seu corpo queimado e os médicos decidiram realizar uma cirurgia rara, na qual transplantaram pele clonada da própria paciente! E como eles produziram essa pele? É exatamente o que vamos ver hoje!

Bom mas antes de tudo, o que é clonagem? Clonar significa produzir um algo que seja geneticamente idêntico a outro. Bom a palavra “algo” na linha anterior pode ter causado certa estranheza, mas o fato é que há alguns anos pensava-se somente em clonar células, mas hoje em dia organismos inteiros já foram clonados, por isso optou-se por utilizar esse termo. Como o assunto é pele, podemos ser mais específicos e dizermos que a clonagem é um processo no qual são produzidas células geneticamente iguais aquela que lhe deu origem. Vocês querem um exemplo de organismo que foi clonado? A Dolly claro!

A ovelha Dolly

A famosa ovelha que estampou as machetes dos principais jornais do mundo há alguns anos. Nesse caso usou-se  o núcleo de uma célula mamária de uma ovelha e o óvulo de outra, cujo núcleo foi retirado. Feito isso e com muitos cuidados e estimulações precisas as células se multiplicaram e deram origem a um novo indivíduo. Porém apesar do grande sucesso, nem tudo são flores, afinal a ovelha Dolly sofreu de envelhecimento precoce, mostrando aos cientistas a complexidade de se clonar um organismo como um todo, o que os fez tratar esse assunto com muita austeridade e respeito. Existem ainda muitas limitações nessa área, porém uma excelente perspectiva existe, para tratamentos diversos, como transplantes, caso mostrado hoje no blog.

Bom, mas vamos a ele? A ideia para salvar essa menina veio exatamente da clonagem, afinal por que não clonar a pele da própria paciente para a realização de um enxerto? Fazemos então a seguinte pergunta, qual a vantagem desse procedimento? Um exemplo simples elucidará essa questão. Vocês sabem o que são os anticorpos? São proteínas que fazem parte do nosso sistema imune e que sinalizam para as nossas células de defesa quais são os organismos estranhos em nosso corpo, como por exemplo bactérias ou vírus causadores de doenças.

Notem em verde e azul os anticorpos atuando em um corpo estranho

Esse sistema também atua no caso de transplantes e é disso que vem o tão famosos risco de rejeição que a maioria de vocês deve ter ouvido falar. Pessoas geneticamente diferentes apresentam diferenças nas células que esses anticorpos conseguem identificar, por isso quando é necessário um transplante os familiares mais próximos são procurados (pai, mãe, irmãos) pois o risco de rejeição é menor, pois existem muitas características compartilhadas. O mesmo raciocínio funciona com a pele, que pode sim ser rejeitada e numa pele clonada esse risco seria praticamente zero. Ficou claro? Esperamos que sim. Agora vocês devem estar se perguntando como essa pele foi clonada, vamos então a clonagem!

No caso dessa paciente foram retirados pedaços de pele saudável para que esse tecido fosse produzido no laboratório. As células foram colocadas em um meio rico em nutrientes, denominado meio de cultura celular, o qual contém tudo o que a célula necessita para se desenvolver. Essas células então são estimuladas a se dividirem produzindo novas células que se todas as condições foram favoráveis produzirão uma nova pele a qual foi transplantada na menina.

Garrafas de cultura celular contendo o meio de cultura (solução rósea)

 A clonagem era até pouco tempo atrás uma técnica ainda pouco difundida, mas atualmente ela apresenta inúmeras aplicações, que eventualmente podem ser levadas a prática como esse caso discutido hoje. Há ainda muito o que pesquisar e muitas são as perspectivas, como por exemplo produzirem órgãos novos e perfeitamente sadios! Imaginem acabar com as filas de transplantes e a angústia das pessoas que estão nelas. Esperamos que esse futuro seja breve, sendo capaz de trazer a alegria de viver a muitas e muitas pessoas!

Gostaram? Postem suas opiniões e não se esqueçam visitem o Plantão no facebook e no twitter!

Uma excelente semana a todos!

Um abraço,

Equipe Plantão Escolar

Anúncios